| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

5Dpagina04

Page history last edited by Helena Felizardo 8 years, 10 months ago

LOCOMOÇÃO DOS ANIMAIS NO AR

 

Trabalho realizado por:

 

 Marco Rodrigues
Mariana Braz David Dinis Simao Remigio Nilton Francisco

 

As aves conseguem voar graças a três características: corpo aerodinâmico (em forma de fuso), o seu peso e a força dos seus músculos peitorais.

As penas protegem o corpo e facilitam o voo. Os músculos fortes, que ligam as asas ao externo em forma de quilha, fazem movimentar as asas. Os ossos ocos, mas resistentes e leves (ossos pneumáticos) tornam as aves mais leves. Os sacos de ar ligados aos pulmões dão-lhes ainda mais leveza.

Os insetos que voam têm as seguintes caraterísticas: asas membranosas e endurecidas com nervuras de quitina, leves e impermeáveis ao ar.

As asas dos insetos são acionadas por fortes músculos ligados ao tegumento dos insetos. Insetos como a mosca as suas assas batem cerca de 200 vezes por segundo.

Alguns mamíferos, como o morcego, voam porque têm membrana alar, que é uma prega de pele que liga os ossos alongados dos dedos da mão aos lados do corpo. A membrana alar é rígida, leve e impermeável ao ar, funciona como uma asa e é acionada por fortes músculos peitorais.

 

Referências Bibliográficas:

 

Hofmann, H. (s.d.). Mamíferos. Editora Everest.

Kindersley, D. (1991). Dicionário visual dos animais. Lisboa: editorial verbo.

Mound, l. (s.d.). insetos. Lisboa: verbo.

Peralta, C. R. (s.d.). Paginas da Terra. Porto editora.

 

 

 

 

 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.